segunda-feira, 1 de março de 2010

Uma tarde

Uma tarde com amigos
Uma gota de sangue sobre meu dia
Tudo isso junto como rios
E mais ainda, como uma sangria

Mas ao passo que o tempo toma conta de tudo
Eu sigo andando ao som de Bethoven no meu mundo
Parece que tudo gira, tudo inspira
Na verdade tudo me detém e me engole como uma sina

Se o vento corre pelo meu sêmen
Eu corro no meu apartamento em busca do meu homem
Em busca do tempo certo, da vida certa
No encontro do incerto, sem arestas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
Contador de visitas